Ensino regular e Secundário dá pouca atenção à Educação Sexual

| País
Ensino regular e Secundário dá pouca atenção à Educação Sexual

Reuters

Os cursos do ensino regular do terceiro ciclo e do secundário são os que menos abordam a Educação Sexual, alerta o movimento jovem do PEV, Ecolojovem.

O movimento, durante 2018, visitou dezenas de escolas, de norte a sul do país, depois de várias queixas de estudantes.

Beatriz Goulart, membro da direção do Ecolojovem, explica que é no ensino regular onde se dá menos atenção a estas temáticas.

A Associação Nacional de Diretores de Agrupamento e Escolas Públicas, por outro lado, diz que agora se dá mais atenção à Educação Sexual nas escolas, do que há dez anos, altura em que foi criada uma lei que prevê várias horas por ano dedicadas a este tema por ano.

No entanto, falta formação aos professores, defende Filinto Lima.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Apesar de terem passado pouco mais de 24 horas desde a partida de Cabo Canaveral, no espaço os minutos para Neil, Edwin e Michael parecem horas.

    Ouvido pela RTP, o artista chinês mostra-se convicto de que Hong Kong e Macau não serão, no futuro, controlados pela China.

    Começa a legislatura do Parlamento Europeu saído das últimas eleições. Conheça aqui os eurodeputados portugueses e as suas prioridades.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.