Sem acordo. Polícias consideram baixa a proposta para subsídio de risco

por RTP

Foto: Miguel A. Lopes - Lusa

Terminou sem acordo a ronda negocial de quinta-feira entre Governo e estruturas representativas das forças de segurança sobre o subsídio de risco.

A ministra da Administração Interna propôs um aumento da componente fixa do salário para os 180 euros, um valor muito abaixo do pretendido pela plataforma de sindicatos da PSP e associações da GNR.

No dia 3 de junho há nova reunião.
pub