Hermínio Loureiro detido

| País

|

A Polícia Judiciária deteve sete pessoas por suspeita de crimes de corrupção, prevaricação, peculato e tráfico de influências. Entre elas está Herminio Loureiro, antigo autarca de Oliveira de Azeméis e o atual presidente Isidro Figueiredo.

"A investigação permitiu até ao momento a obtenção de fortes indícios da existência de relações privilegiadas entre os suspeitos que, ao longo do último ano, têm visado a realização de diversas obras em diferentes localidades, manipulando as regras de contratação pública", refere a Polícia Judiciária em comunicado.

Nesta operação realizaram-se 31 buscas, incluindo cinco camarárias e cinco em clubes locais de futebol, na qual participaram magistrados do Ministério Público e cerca de 90 elementos da Polícia Judiciária.

A Policia Judiciária adianta ainda que os detidos têm idades compreendidas entre os 40 e os 60 anos, sendo um autarca, um ex-autarca, um funcionário camarário e empresários de profissão.

Os detidos serão presentes a um primeiro interrogatório judicial à competente autoridade judiciária para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Fonte da Polícia Judiciária adiantou à agência Lusa que os cinco clubes de futebol que foram alvo de buscas são "todos do concelho de Oliveira de Azeméis".


Tópicos:

Isidro Figueiredo, Oliveira de Azeméis, Polícia Judiciária, corrupção, Hermínio Loureiro,

A informação mais vista

+ Em Foco

Os dados do sistema de Informação de Fogos Florestais da União Europeia (EFFIS) indicam que só entre os dias 14 e 15 de outubro arderam em Portugal continental cerca de 200 mil hectares.

    Na primeira entrevista pós-autárquicas, à Antena 1, Jerónimo de Sousa não poupou nas palavras. Afirmou que o "Governo ficou mal na fotografia e subestimou a situação" dos fogos.

    Impostos, orçamentos, metas para o próximo ano. A RTP descodifica a proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo ministro das Finanças esta sexta-feira.

      Acionar o artigo 155 da Constituição espanhola representa um momento único na História de Espanha. O Governo de Madrid já definiu os setores que quer controlar de imediato.