Hospital de Portalegre. Bebé de oito dias morre por alegada falta de socorro

por RTP

Vai ser aberto um inquérito para apurar as circunstâncias da morte de um bebé de oito dias no hospital de Portalegre, por alegada falta de socorro.

O porta-voz da Unidade de Saúde do Norte Alentejano confirma que a administração do hospital vai avançar com o inquérito e só depois tomará uma posição pública sobre o caso.

O socorro foi pedido pelo pai da criança, que estava com dificuldades respiratórias, mas a viatura médica de emergência não estava disponível.

Os bombeiros foram então acionados depois de o CODU ter comunicado que a viatura de emergência do hospital de Portalegre não estava operacional.

O comandante da corporação de Portalegre confirma que foram feitas manobras de reanimação cardiorrespiratória, no local e até chegar ao hospital, mas não foram suficientes.
pub