Ihor Homeniuk podia ter sobrevivido às lesões, defende médico legista

por RTP

O médico-legista que fez a autopsia de Ihor Homeniuk considerou que as lesões do cidadão ucraniano não eram mortais.

Se ele tivesse sido tratado, teria sobrevivido.

Carlos Durão foi a tribunal explicar o trabalho que fez, e acabou contestado pela defesa dos inspetores do SEF.
pub