Lesados da PT e da Oi alegam negligência e falta de transparência

| País
Lesados da PT e da Oi alegam negligência e falta de transparência

A ver: Lesados da PT e da Oi alegam negligência e falta de transparência

A associação de lesados da PT e da Oi pondera avançar com processos contra os antigos administradores que estavam à frente da Portugal Telecom.

A associação foi criada há cerca de dois meses e conta com 150 associados, que, representam mais de 50 milhões de euros de investimentos em obrigações e outros produtos financeiros da PT.

Produtos que foram transferidos para as mãos da Oi na altura da fusão entre as duas empresas.

A Associação alega falta de zelo, negligência e falta de transparência dos bancos que venderam os produtos e que não informaram os clientes dos riscos e da transferência dos títulos para a Oi.

Como a empresa brasileira entrou em processo de reestruturação em meados do ano passado, os portugueses que tinham comprado obrigações da PT ainda não receberam o dinheiro investido em 2012 e que venceria em meados do ano passado.

Foram cerca de 20 mil os investidores portugueses que compraram obrigações da PT. No total, foram vendidos aos balcões dos bancos 400 milhões de euros de dívida da Portugal Telecom.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 260 episódios, o projeto chegou às mais diversas áreas: saúde, engenharias, astronomia, tecnologia, química, história, filosofia, desporto ou geografia.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.