Mau tempo. Portugal continental com mais de 650 ocorrências até às 22h00

por Lusa

Portugal continental registou, entre as 00:00 e as 22:00 de hoje, mais de 650 ocorrências relacionadas com o mau tempo, mantendo-se a maioria (452) na zona da Grande Lisboa, adiantou à Lusa fonte da Proteção Civil.

Fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) detalhou que das 658 ocorrências registadas até às 22:00, estas dizem respeito a inundações (658), limpeza de vias (74), queda de árvores (63), queda de estruturas (57) e movimentos de massa (17), devido à forte precipitação.

A área mais afetada foi a região de Grande Lisboa, com 452 ocorrências, com o Alto Alentejo, Setúbal e Coimbra a sofrerem também com o mau tempo, acrescentou.

Estiveram envolvidos até agora 2.219 operacionais, apoiados por 741 meios terrestres, explicou ainda a mesma fonte, que descartou a ocorrência de feridos.

No distrito de Portalegre, até às 17:30 de hoje, o mau tempo tinha provocado 19 inundações, um movimento de massas e uma queda de estruturas que provocou danos num veículo, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil.

O mau tempo levou ainda ao corte de algumas estradas, nomeadamente da Estrada Nacional (EN) 369, entre Cabeço de Vide (Fronteira) e Vaiamonte (Monforte) e da Estrada Municipal (EM) 1175, entre Vale de Seda (Fronteira) e a EN 245.

Num anterior balanço, até às 19:00, tinham sido registadas 587 ocorrências relacionadas com o mau tempo em Portugal continental, sendo que 413 ocorreram na zona da Grande Lisboa.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) tinha elevado para laranja o aviso nos distritos de Lisboa, Setúbal e Santarém devido à previsão de períodos de chuva, por vezes forte e persistente.

Cinco distritos estão sob aviso amarelo até às 00:00 de sexta-feira: Castelo Branco, Portalegre, Évora e Faro, todos devido à previsão de chuva, por vezes forte e persistente.

Na quarta-feira, a Proteção Civil alertou para a possibilidade de inundações, deslizamento de terras e piso escorregadio devido às previsões de chuva, vento e queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela.

Tópicos
pub