Morreu o antigo ministro da Defesa Júlio Castro Caldas

por Mário Aleixo - RTP
Júlio Castro Caldas morreu aos 76 anos DR

Júlio Castro Caldas tinha 76 anos e estava internado no Hospital da CUF Infante Santo.

O antigo governante ocupou funções no segundo governo de António Guterres, entre 1999 e 2001.

Castro Caldas nasceu em Arcos de Valdevez a 19 de novembro de 1943.

Antes de ser ministro do segundo governo de Guterres, Castro Caldas já tinha sido deputado à Assembleia da República entre 1979 e 1983, eleito pelo PSD no círculo eleitoral de Viana do Castelo.

Licenciou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1966 e começou a exercer advocacia dois anos depois.

Castro Caldas era advogado foi bastonário da Ordem dos Advogados durante cinco anos.

Em reação à morte do antigo Governante, Marcelo Rebelo de Sousa apresentou "os mais sinceros sentimentos à Família de Júlio Castro Caldas, que acaba de nos deixar", lê-se na nota publicada na página da Presidência da República.

"Ao lembrar a antiga amizade, o Presidente da República presta-lhe sentida homenagem", conclui o texto no site da Presidência da República.

Também o ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, já lamentou "profundamente" a morte de Júlio Castro Caldas.

"Tive o privilégio de trabalhar com ele enquanto representante do Estado português na OGMA [Indústria Aeronáutica de Portugal]", disse Gomes Cravinho, numa publicação na rede social Twitter.
pub