Nada mudou nos hospitais, protesta FNAM

por Ana Sofia Freitas

João Marques - RTP

A Federação Nacional dos Médicos prevê o agravamento das condições nos hospitais durante dezembro.

Uma semana e meia depois de ter sido assinado o acordo entre o Ministério da Saúde e o Sindicato Independente dos Médicos, a FNAM conclui que nada mudou e que a tendência é para piorar.

Opinião diferente tem Roque da Cunha. O líder do SIM, apesar de admitir que a situação nos hospitais continuará a ser difícil em este mês, prevê dias melhores mais à frente.
pub