Papa Francisco: "Um peregrino no meio dos peregrinos"

| País

|

O Bispo de Leiria-Fátima acredita que o Papa, em Fátima, vai sentir-se como um "peregrino no meio dos peregrinos. Numa espécie de cumplicidade espiritual". Numa entrevista à RTP, D. António Marto lembra os passos que deu para conseguir trazer o Papa a Fátima e como o convenceu a vir dia 12 e não só a 13 como inicialmente estava previsto.

Em Leiria Fátima há 11 anos, o bispo lembra como cada 13 de maio é diferente e como se continua a emocionar com as "lágrimas nos olhos dos outros".

Acredita que em Fátima, o Papa faça uma atualização da mensagem transmitida por Nossa Senhora aos três pastorinhos, com base na realidade dos dias de hoje e assente na misericórdia e na paz.

Lembra Lúcia e como gostaria de ter perdido a timidez para a conhecer pessoalmente. Não querendo lamentar a demora na fase diocesana do processo de canonização, admite que a dispensa dos 5 anos para iniciar o processo dada por Bento 16, não tenha sido aproveitada da melhor forma, impedindo que pudesse ter sido beatificada no momento da canonização dos pastorinhos.

A canonização no dia da missa dos 100 anos das Aparições seria "a cereja em cima do bolo".


Veja aqui toda a entrevista:


A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.