Incêndio em Vila Nova da Rainha causa mortos e feridos

| País

|

Oito pessoas morreram e 50 pessoas ficaram feridas este sábado num incêndio numa associação em Vila Nova da Rainha, no concelho de Tondela, disse à Lusa fonte do comando nacional da GNR.

O incêndio que deflagrou hoje numa associação em Vila Nova da Rainha, concelho de Tondela, causou pelo menos oito mortos, disse à agência Lusa fonte do comando nacional da GNR.


O incêndio ocorreu durante um jantar numa associação recreativa naquela localidade, causando ainda pelo menos 50 feridos, entre graves e feridos, disse à Lusa o oficial de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) Paulo Santos.

Foi anunciado por Paulo Santos que para além das oito vítimas mortais, 42 pessoas foram assistidas no local, e 32 acabaram evacuadas para os hospitais de Tondela, Viseu e Coimbra, não havendo a informação de quantas vítimas estão em estado grave.

Pelas 22h15 estavam no local 148 operacionais apoiados por 57 viaturas, de acordo com informações na página da ANPC.

O alerta foi dado às 20h51 e pelas 21h50 o fogo foi dado como extinto.Situação muito crítica
José António Jesus, Presidente da Câmara Municipal de Tondela, considerou ser "muito crítica" a situação após a explosão de uma caldeira numa associação recreativa naquele município, que terá provocado oito mortos, de acordo com GNR.

"Há muitas vítimas a serem atendidas, algumas já transportadas para os hospitais. São várias dezenas de feridos. Felizmente, os meios foram acionados rapidamente, mas isto é quase uma situação de catástrofe", sublinhou o autarca.

De acordo com José António Jesus, a explosão ocorreu numa associação recreativa, que tem umas instalações com dois pisos.

"Há muitos feridos com queimaduras e outros com problemas decorrentes do fumo", concluiu.

O Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social ativou a Linha Nacional de Emergência Social através do número gratuito 144, na sequência de uma explosão em Tondela que provocou oito mortos.

(c/ Lusa)

Tópicos:

Voluntários,

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    Em entrevista exclusiva à RTP, Flávio, um dos filhos de Jair Bolsonaro, afirmou que o candidato do PT Fernando Haddad devia juntar-se a Lula da Silva.

    Na Venezuela, os sequestros estão a aumentar. Em Caracas, só este ano foram raptadas 107 pessoas.

      Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.