Pescadores de Olhão seguiram velho ditado e precaveram-se de combustível

| País
Pescadores de Olhão seguiram velho ditado e precaveram-se de combustível

Foto: Pedro Nunes - Reuters

"Quem vai para o mar, havia-se em terra", diz o ditado. E foi precisamente isso que os pescadores de Olhão fizeram.

No sector da pesca temeu-se o pior devido à falta de combustível, mas a experiência da primeira greve dos motoristas levou os pescadores algarvios a precaverem-se.

Em Olhão, o repórter Luís Peixoto conta-nos que os problemas não vieram à rede. E que muitos barcos têm combustível para um mês de trabalho.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.