Photomaton. De Benghazi a Portugal

por RTP

Há 20 mil mercenários e combatentes estrangeiros que devem deixar a Líbia. A recomendação foi feita na recente conferência de Berlim organizada pela ONU com o objetivo de pacificar o país. Há dez anos que a Líbia vive mergulhada no caos.

A degradação foi testemunhada por uma professora universitária de Benghazi que vive atualmente em Portugal e está hoje no Photomaton.

Um trabalho de Cândida Pinto, Rodrigo Lobo e Miguel Teixeira.
pub