PJ deteve suspeitos da morte de jovem cabo-verdiano em Bragança

por RTP
Pedro A. Pina - RTP

A Polícia Judiciária anunciou que procedeu a buscas domiciliárias e inquirições que culminaram na detenção de cinco homens, suspeitos de envolvimento na morte de Giovani Rodrigues, em Bragança.

A PJ efetuou buscas domiciliárias, inquirições e interrogatórios de várias pessoas, suspeitas de estarem envolvidas nos acontecimentos que determinaram a morte do jovem.

“Na sequência desta ação operacional, envolvendo investigadores e peritos da Polícia Judiciária, foram detidos cinco homens, com idades entre os 22 e os 35 anos, tendo sido apreendidos elementos probatórios relevantes”, revela a PJ, em comunicado.
Os detidos vão ainda ser presentes a um juiz para primeiro interrogatório judicial.

Giovani Rodrigues, de 21 anos, era estudante no Instituto Politécnico de Bragança (IPB). Morreu no dia 31 de dezembro, dois meses depois de ter chegado a Bragança para estudar.

O jovem cabo-verdiano morreu no hospital, dez dias depois de ter sofrido uma agressão perto de uma discoteca em Bragança onde estivera com amigos, num caso com contornos ainda por esclarecer.
Tópicos
pub