Pneumologista explica características da estirpe britânica

por RTP

A RTP falou esta manhã com Vítor Fonseca, médico pneumologista no Hospital de Cascais, que reforçou o alto nível de contágio da estirpe britânica do SARS-CoV-2.

"A nível de características, o que aparentemente é diferente é o seu nível de contágio, que é extremamente mais elevado do que a variante inicial. A nível de virulência, felizmente não está comprovado que seja mais agressiva ou menos agressiva do que a variante inicial", sublinhou o especialista, para destacar, todavia, o efeito multiplicador na afluência aos hospitais.

Questionado sobre a maior incidência entre a população mais jovem, o médico admitiu que "pode haver algumas variações que o justifiquem", mas não há ainda "dados concretos".
pub