Portugal entrega livros à Universidade Colinas Boé

| País

O embaixador de Portugal na Guiné-Bissau entregou hoje à reitoria da Universidade Colinas de Boé (UCB, privada) um espólio de livros técnicos e didácticos no valor de quatro mil euros.

Numa breve intervenção no acto de entrega simbólica de parte dos livros, o embaixador José Manuel Paes Moreira disse que o gesto traduz a aposta da cooperação portuguesa na formação da juventude guineense.

O donativo inclui obras de catedráticos e académicos portugueses das áreas do Direito, Ciências ou Economia, entre outros, Aníbal Cavaco Silva, Marcelo Rebelo de Sousa, Miguel Cadilhe, Augusto Santos Silva, Diogo Freitas de Amaral e Marcelo Caetano.

Para João José Silva Monteiro, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros guineense e fundador da UCB, o que deve ser realçado na iniciativa da embaixada portuguesa é o valor simbólico do gesto "em nome da amizade entre os povos dos dois países".

Por seu turno, Fafali Kudawo, reitor da UCB, agradeceu a resposta da embaixada portuguesa, frisando que foi a própria universidade que escolheu os livros que vão ficar à disposição dos alunos.

Fundada em 2003, actualmente com 600 alunos, a UCB é a primeira instituição de ensino superior privado na Guiné-Bissau. Tem como parceiro, em Portugal, o Instituto Politécnico de Leiria (IPL).

A Guiné-Bissau conta ainda com a Universidade Amílcar Cabral, estatal.

A informação mais vista

+ Em Foco

Várias organizações de defesa dos Direitos Humanos exigem uma investigação rigorosa.

A morte do advogado foi conhecida há dois anos, no Natal, mas existem vários indícios de que a possa ter simulado.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.