Português de 29 anos detido por suspeitas de tentar matar militar belga em Beja

por Lusa

Um homem português, de 29 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de ter tentado matar com uma arma branca um militar belga, de 27, na madrugada de sábado, em Beja, revelou hoje fonte policial.

A fonte da Diretoria do Sul da PJ indicou à agência Lusa que o suspeito da alegada tentativa de homicídio não é militar e foi detido na segunda-feira à noite, na cidade de Beja.

Num comunicado divulgado hoje, a PJ salientou que o homem foi detido por existirem "fortes indícios da prática do crime de homicídio qualificado na forma tentada".

Segundo a PJ, o homem, de 29 anos, "atentou contra a vida" de outro, de 27, com recurso a arma branca, na sequência de um desentendimento ocorrido junto de um estabelecimento de diversão noturna de Beja.

"Das agressões, resultaram ferimentos para a vítima, um militar belga em serviço na Base Aérea de Beja, que teve de ser sujeito a uma intervenção cirúrgica", adiantou.

A Polícia Judiciária referiu que a investigação desenvolvida pela Diretoria do Sul da PJ permitiu que fossem "recolhidos relevantes elementos probatórios que conduziram à cabal identificação do suspeito e sequente detenção".

O detido vai agora ser presente a primeiro interrogatório judicial para a aplicação das respetivas medidas de coação.

O inquérito é dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Beja.

A Lusa noticiou, no sábado, que, na madrugada desse dia, dois homens tinham ficado feridos na sequência de uma desavença que envolveu cinco militares belgas, em Beja, de acordo com uma fonte da PSP.

Já uma fonte do Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil do Baixo Alentejo indicou então que o alerta para a ocorrência, na Rua 1.º de Maio, foi dado às 05:32 de sábado, tendo os dois feridos ligeiros sido transportados para o hospital de Beja.

Na altura, a fonte da Polícia indicou que os militares estavam a participar num exercício na Base Aérea N.º 11, em Beja.

Tópicos
pub