Presidente da Câmara de Gaia acusado de prevaricação, peculato e falsificação de documentos

por RTP

O Presidente da Câmara de Gaia foi acusado pelo Ministério Público de ter comprado viagens para ver jogos do Porto na Liga dos Campeões com dinheiro da autarquia e de ter prejudicado o município em mais de 15 mil euros.

Eduardo Vítor Rodrigues está acusado dos crimes de prevaricação, peculato e falsificação de documentos. O autarca nega a acusação e diz que a compra foi regular e legal.
pub