Primeiro-ministro inaugura nova residência universitária no campus da Ajuda

por RTP

O primeiro-ministro defende que ninguém pode ser impedido de aceder ao Ensino Superior por falta de condições económicas e para isso é preciso haver alojamento a preços acessíveis. O compromisso de António Costa foi assumido durante a inauguração da residência do campus universitário da Ajuda.

Aprevisão é que daqui a dois anos existam no campus universitário da Ajuda 300 camas. Mas, para já foram construídas 186.

Em Lisboa um quarto, em 2018 e em média, chegou quase aos 500 euros. Aqui uma cama poderá variar entre os 76 e os 190 euros.

Para o primeiro-ministro há uma ligação direta entre o aumento das qualificações e o crescimento do país. Por isso, em 2030 quer seis em cada dez jovens a frequentar universidades e politécnicos. O reitor da universidade de Lisboa concorda, mas quer maior orçamento.
pub