Procuradora-geral da República lamenta a existência de poucas famílias de acolhimento

por Sandra Henriques - Antena 1

Yara Nardi - Reuters

A Procuradora-geral da República lamenta que haja poucas famílias de acolhimento em Portugal, apesar de a legislação portuguesa ser avançada nesta matéria. Lucília Gago aponta um longo caminho por percorrer no acolhimento familiar em Portugal.

Declarações da PGR na sessão de abertura do sétimo fórum Abrigo, no Montijo, organizado pela associação portuguesa de apoio à Criança.


pub