Secretário de Estado e reitor de Coimbra veem sem surpresa saída de Rendas do CRUP

por Lusa

Coimbra, 24 set (Lusa) - O secretário de Estado do Ensino Superior, José Ferreira Gomes, e o reitor da Universidade de Coimbra, João Gabriel Silva, viram sem surpresa a demissão de António Rendas do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP).

Para José Ferreira Gomes, a demissão de António Rendas da presidência CRUP "não é uma surpresa completa", referindo que, em conversa, o reitor da Universidade Nova de Lisboa já tinha manifestado a intenção de abandonar o CRUP devido aos sacrifícios que tinha que fazer na gestão da sua universidade, ao conciliar os dois cargos.

"Não há nenhum problema em aberto. Foi uma decisão pessoal", asseverou o secretário de Estado, que falava aos jornalistas em Coimbra, à margem da sessão solene de abertura de aulas da Universidade de Coimbra.

Também o reitor da Universidade de Coimbra não se mostrou surpreendido com a demissão de António Rendas, considerando que o agora ex-presidente da CRUP já tinha "manifestado cansaço" em desempenhar as duas funções e "intenção de dedicar mais tempo à universidade".

"Gerir uma universidade em tempos de crise já é difícil", sendo que ainda ter de presidir ao CRUP acabar por ser uma "tarefa pesada".

Quanto à possibilidade de ser o próximo presidente do CRUP, João Gabriel Silva frisou que não está nas "melhores condições" para ocupar o cargo por estar, de momento, a acabar o seu mandato enquanto reitor da Universidade de Coimbra.

Contudo, "todos os reitores têm de estar disponíveis" para assumir a presidência do CRUP, frisou.

O Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas anunciou hoje a renúncia de António Rendas ao cargo de presidente deste órgão, agendando para 14 de outubro a eleição do novo dirigente.

Em comunicado, o CRUP atribui os motivos da renúncia "exclusivamente ao desejo do presidente cessante conferir maior prioridade aos projetos e desafios que enfrenta enquanto reitor da Universidade Nova de Lisboa".

A eleição do novo presidente do CRUP realiza-se durante a próxima reunião plenária dos reitores, agendada para 14 de outubro, data até à qual António Rendas continuará a assegurar a gestão das matérias em curso na fase de transição.

António Rendas cumpria o segundo mandato à frente do CRUP, depois de ter sido reeleito para o triénio 2013-2016.

Tópicos