Sub-comissão de ética "iliba" deputado de "vistos gold"

por Antena 1

A sub-comissão de ética recusa qualquer conflito de interesses na situação do deputado do PSD Carlos Peixoto.

O deputado social-democrata é consultor de uma sociedade de advogados que faz assessoria jurídica a quem pede “vistos gold”, ao mesmo tempo que é responsável por um parecer sobre um projeto de lei do Bloco de Esquerda para extinguir os “vistos gold”.

No parlamento, a sub-comissão de ética decidiu que não há incompatibilidade.

Aquela órgão pronunciou-se a pedido do próprio deputado e também da Associação Transparência e Integridade.

O presidente desta associação, João Paulo Batalha, discorda da decisão da sub-comissão de ética.

As críticas da Associação Transparência e Integridade sobre a decisão da sub-comissão de ética. Diz a associação que revela um analfabetismo ético.

Em resposta à decisão da sub-comissão de ética e ao que diz a Associação Transparência e Integridade, o deputado Carlos Peixoto devolve as críticas e diz que não ficou surpreendido com a decisão da sub-comissão de ética.