Vítimas dos incêndios de outubro não vão ter acesso a apoios do Estado

| País
Vítimas dos incêndios de outubro não vão ter acesso a apoios do Estado

A ver: Vítimas dos incêndios de outubro não vão ter acesso a apoios do Estado

Cinco meses depois da tragédia dos incêndios de 15 de outubro, que consumiram mais de 190 mil hectares de floresta, há milhares de vitimas que não vão receber qualquer apoio do Estado. Há muitos portugueses vulneráveis que depois de terem perdido tudo o que tinham nas chamas, ainda sofreram outro embate.

Vários portugueses não perceberam a comunicação montada pelo próprio Estado que era essencial para completarem as candidaturas que lhes permitiriam aceder às indemnizações.

Por isso, ficaram de fora do processo que o ministério da Agricultura deu por concluído na semana passada. Outros tantos portugueses, com prejuízos muito acima dos cinco mil euros, não conseguiram sequer recorrer aos fundos comunitários do Portugal 2020.

Para tal, precisavam de antecipar o investimento mas não detêm dinheiro para tal.

A informação mais vista

+ Em Foco

O maior campo de refugiados na Europa fica na ilha grega de Lesbos. O campo de Moria alberga quase oito mil pessoas, três vezes mais do que a capacidade instalada. Reportagem RTP.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.