André Martins reclama vitória em Setúbal e mostra-se "disponível para diálogo com outras forças políticas"

por Lusa

O candidato da CDU à Câmara Municipal de Setúbal, André Martins, mostrou-se "disponível para dialogar com as outras forças políticas", depois de reclamar o triunfo "difícil" no município sadino.

"Embora não estando ainda todas as mesas apuradas é de dizer que a vitória é difícil, mas é nossa. Os setubalenses e azeitonenses votaram para continuar Setúbal. Ganhámos na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal e em todas as freguesias do concelho de Setúbal", revelou depois de chegar à sede de campanha do partido.

Cerca das 02:15 de domingo, quando estavam por apurar os resultados de quatro de cinco freguesias do concelho de Setúbal, a CDU estava à frente com 28,62% dos votos, e o PS em segundo lugar com 25,6%, ainda sem mandatos atribuídos.

A confirmar-se a vitória da CDU, que nos últimos anos liderou a autarquia, Maria das Dores Meira na presidência, a maioria no executivo será relativa, Questionado sobre a forma como tenciona governar sem maioria absoluta, André Martins não fecha as portas a outros partidos.

"É uma questão que havemos de ver. Naturalmente que a CDU é uma força política também aberta e disponível para dialogar com as outras forças políticas que tenham o mesmo objetivo e que assuma o compromisso de continuar a trabalhar por Setúbal, pelos setubalenses e azeitonenses", vincou.

Apesar de não ter ainda os números finais da votação, o candidato da CDU admitiu que a o resultado ficou aquém do esperado.

"Tínhamos objetivos um pouco mais alargados, mas, naturalmente, que reconhecemos as dificuldades de uma eleição com tantas candidaturas e algumas sem termos referência da sua ligação ao território e às populações. Por isso, esta é uma vitória bem-vinda e que nos ajuda e incentiva a continuar este trabalho", disse.

Sobre a missão que vai desempenhar nos próximos quatro anos, André Martins manifestou a intenção de trabalhar em prol dos municípes.

"Naturalmente com esta votação, os setubalenses e azeitonenses esperam que continuemos um trabalho que tem vindo a ser desenvolvido ao longo dos anos no sentido de criar melhores condições de vida, mais bem-estar, melhor ambiente e um desenvolvimento global e integrado para este concelho. É esse o nosso compromisso, foi esse o nosso compromisso e é esse o nosso compromisso para os próximos quatro anos", sublinhou.

Além de André Martins, concorreram Fernando José (PS), Fernando Negrão (PSD), Pedro Conceição (CDS-PP), Fernando Pinho (BE), Paula Esteves da Costa (PAN), Carlos Cardoso (IL), Luís Maurício (Chega), Carina de Deus (RIR/PDR) e Fidélio Guerreiro (Nós, Cidadãos!/PPM).

A CDU, coligação que junta PCP e PEV, governava a Câmara de Setúbal com maioria absoluta, com um total de sete eleitos. O PS era a segunda força política do concelho de Setúbal, com três vereadores, posição essa que saiu reforçada, e o PSD com um.

Tópicos
pub