CDS passa a defender "respeito pelas orientações pessoais"

por RTP

O CDS aprovou uma nova declaração de princípios para substituir a de 1974. O novo documento estabelece que o partido respeita as "orientações pessoais" de cada um, mas há dirigentes que defendem a reversão da lei da eutanásia ou o regresso à penalização do aborto.

pub