Comissão de Inquérito elimina capítulo que atribuí rendas excessivas à EDP

por RTP

A comissão parlamentar de inquérito às rendas da energia eliminou todo o capítulo da concessão de 27 barragens à EDP. PSD e CDS acusaram o PS de tentar branquear o governo de José Sócrates.

No capítulo eliminado constavam também referências a rendas excessivas à Elétrica em mais de 580 milhões de euros.

O capítulo 2 dizia respeito à extensão da concessão de 27 barragens à EDP, e foi decidida em 2007. Na altura, José Sócrates era primeiro-ministro, e Manuel Pinho ministro da Economia.

Era este capítulo do relatório que atribuía rendas excessivas no valor de 581 milhões de euros à EDP.

O PSD acusa o PS de aproveitamento político.
pub