Direita, PS e associações de forças de segurança e Armadas no encerramento

por Lusa

O Governo, partidos à direita e o PS vão estar presentes no encerramento do 31 Congresso do CDS-PP, em Viseu, momento no qual se vão juntar algumas associações representativas das forças de segurança e Armadas.

De acordo com informação divulgada esta manhã pelo partido, em representação do Governo estará em Viseu o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Rangel.

Pelo PSD marcará presença o coordenador autárquico Pedro Alves, o presidente da distrital de Viseu, Carlos Silva, e o `vice` da bancada parlamentar Miguel Guimarães.

Da parte do PS, marcarão presença o deputado e secretário nacional, João Paulo Rebelo, o deputado José Rui Cruz e a presidente da concelhia de Viseu, Lúcia Araújo.

Pelo Chega, estará na reunião magna o deputado João Tilly, e da Iniciativa Liberal Pedro Pereira, membro da comissão executiva do partido e Bernardete Santos, coordenadora do Núcleo Territorial de Viseu.

As presenças confirmadas incluem também os presidentes da ASPP/PSP - Associação Sindical dos Profissionais da Polícia, agente principal Paulo Santos, do SINAPOL - Sindicato Nacional da Polícia, Ricardo Linhares Melo, e do Sindicato Nacional da Carreira de Chefes da PSP, Rui Jorge Ribeiro Amaral, e da Associação dos Profissionais da Guarda, César Nogueira.

Das associações representativas das Forças Armadas, estarão presentes o presidente da Associação Nacional de Sargentos (ANS), sargento Lima Coelho, e da Associação de Praças (AP), cabo-mor Paulo Amaral.

Pelo SNCGP, Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional, vai participar o presidente, Carlos Sousa, entre outros dirigentes, e pelo Sindicato dos Magistrados do Ministério Público o presidente, Paulo Lona.

Na lista estão também incluídos representantes da CAP - Confederação dos Agricultores de Portugal, CIP - Confederação Empresarial de Portugal, da Confederação do Turismo Português, da Confederação de Comércio e Serviços de Portugal, UGT, CGTP, e os presidentes da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, da União das Misericórdias Portuguesas e das Mutualidades Portuguesas.

De acordo com a informação divulgada por fonte oficial do CDS-PP, marcam também presença no encerramento do 31.º Congresso representantes das ordens dos advogados, médicos, notários, psicólogos, nutricionistas, da Liga dos Bombeiros, da Cruz Vermelha Portuguesa, da ANAFRE, SEDES e CONFAGRI - Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola em Portugal.

A sessão de encerramento do 31.º Congresso do CDS-PP tem início previsto para as 12:30, com o anúncio dos resultados da eleição dos órgãos nacionais e a tomada de posse. Os trabalhos encerram com o discurso de consagração de Nuno Melo, que vai renovar o mandato de presidente do partido.

O CDS-PP tutela no atual Governo as pastas da Defesa Nacional -- Nuno Melo é ministro e Álvaro Castello-Branco secretário de Estado -- e da Administração Interna, com Telmo Correia como secretário de Estado.

Tópicos
pub