Em direto
Zelensky visita Portugal com acordo de cooperação militar na agenda

Dirigente Pedro Fidalgo Marques é o cabeça de lista do PAN ao Parlamento Europeu

por Lusa

O dirigente Pedro Fidalgo Marques é o cabeça de lista do PAN às eleições europeias de 09 de junho, anunciou o partido nas redes sociais.

"Pedro Fidalgo Marques, reconhecido pela sua dedicação à defesa dos direitos humanos, dos animais e do ambiente, lidera a lista do PAN para as eleições europeias de 2024", anunciou o partido em publicações divulgadas durante a madrugada.

Pedro Fidalgo Marques é membro da Comissão Política Nacional do PAN e vogal da Mesa daquele que é o órgão máximo de direção política entre congressos. Foi também candidato a deputado, terceiro na lista por Lisboa nas eleições legislativas de 10 de março.

Em publicações nas redes sociais como o Instagram e o Facebook, o PAN destacou que Pedro Fidalgo Marques é um "experimente ativista e empreendedor social".

"Com uma vasta experiência em ativismo comunitário e cultura, Pedro é uma voz inspiradora na procura por uma Europa mais justa, inclusiva e sustentável", realçou o partido.

Nas mesmas publicações, refere-se que a segunda candidata será Tânia Mesquita, que integra a Comissão Política Nacional e a Comissão Política Permanente, órgão mais restrito de direção. Tânia Mesquita integrou as listas do PAN à Câmara de Lisboa e às últimas legislativas.

Em terceiro lugar na lista surge Rafael Pinto, também membro da Comissão Política Nacional, que foi cabeça de lista por Braga nas legislativas.

Compõem também a lista do PAN às europeias Alexandra Moreira, Hugo Alexandre Trindade, Sandra Pimenta, Valter Ramos, Sílvia Marques, Ernesto Morais, Beatriz Salafranca, António Morgado, Liliana Vieira, João Fontes Costa, Isabel do Carmo, Rodrigo Andrade, Marta Correia, Saul Rosa, Fátima Cabral, Dinarte Pimentel, Vera Matos e Paulo Vieira de Castro.

Esta lista de candidatos efetivos representa uma renovação total face às últimas eleições europeias, que se disputaram em 2019.

O PAN considerou que apresenta uma "uma equipa diversificada e dedicada" e reafirmou o seu "compromisso com os ideias de liberdade, justiça e sustentabilidade, que tão profundamente caracterizam o espírito do 25 de Abril", revolução sobre a qual passam hoje 50 anos.

"Através da sua liderança e da colaboração de uma equipa comprometida, o PAN continuará a lutar pelos valores fundamentais que inspiram Revolução dos Cravos. Acreditamos que é essencial eleger representantes dedicados à causa das pessoas, dos animais e da natureza, e estamos confiantes de que Pedro Fidalgo Marques e a equipa são as pessoas certas para o trabalho".

Nas últimas eleições europeias, em maio de 2019, o partido Pessoas-Animais-Natureza conseguiu eleger pela primeira vez, tendo reunido 5,08% dos votos (168 501 boletins).

Cerca de um ano depois, em junho de 2020, O eurodeputado Francisco Guerreiro desfiliou-se do partido por "divergências políticas" com a direção, então liderada por André Silva.

As eleições europeias estão marcadas para 09 de junho.

 

Tópicos
pub