Em direto
Zelensky visita Portugal com acordo de cooperação militar na agenda

Montenegro promete programa de emergência na saúde até junho e diálogo parlamentar sobre corrupção

por Lusa

O primeiro-ministro comprometeu-se hoje a apresentar até dia 02 de junho um programa de emergência na saúde e a anunciar um diálogo com todos os partidos com assento parlamentar para "uma agenda ambiciosa" de combate à corrupção.

No seu discurso de tomada de posse, Luís Montenegro prometeu, na área da saúde, que o Governo irá "implementar uma reforma estrutural que fortaleça e preserve o SNS como a base do sistema, mas que aproveite a capacidade instalada nos setores social e privado, sem complexos ideológicos inúteis e com uma única preocupação: o cidadão"

"Tal como prometemos, elaboraremos um Programa de Emergência que virá a público antes do dia 02 de junho", disse.

Já na área da corrupção, anunciou que irá propor a todos os partidos com assento parlamentar a abertura de um diálogo com vista a uma fixar uma agenda ambiciosa, eficaz e consensual de combate à corrupção.

"O objetivo é no prazo de dois meses ter uma síntese de propostas, medidas e iniciativas que seja possível acordar e consensualizar, depois de devidamente testada a sua consistência, credibilidade e exequibilidade", disse, defendendo que "ninguém tem o monopólio das melhores soluções".

A partir daí, acrescentou, o executivo irá focar-se na aprovação das respetivas leis, "seja por proposta do Governo, seja por iniciativa do parlamento".

"A ministra da Justiça fará a interlocução do lado do Governo, tomando a iniciativa, logo a seguir à investidura parlamentar, de contactar os vários partidos e de iniciar este processo de diálogo. Esperamos a abertura e disponibilidade de todos, em nome de uma vontade forte de busca de consensos numa área crucial", disse

O primeiro-ministro destacou que, nos cinquenta anos do 25 de Abril, "este esforço de consenso será uma boa forma de celebrar a democracia".

Tópicos
pub