Nova Direita apresenta-se como o equilíbrio que falta "à outra direita"

por Isabel Cunha - Antena1

Isabel Cunha, Antena1

O partido Nova Direita, a que o Tribunal Constitucional deu luz verde em janeiro, concorre por todos os círculos eleitorais no continente.

O rosto do partido, Ossanda Liber, concorreu à camara de Lisboa, como independente, nas últimas autárquicas, conseguindo pouco mais de 850 votos. Agora, diz ser o ponto de equilíbrio entre a AD e o Chega. Foi no mercado do Bolhão, onde esteve também a repórter Isabel Cunha.
pub