Presidenciais. Marcelo Rebelo de Sousa à Antena 1: O país vai ter que se endividar, não há outro remédio

por Antena1

Foto: Antena1

O país tem de se endividar. Não há outro remédio.

Em entrevista à Antena 1, Marcelo Rebelo de Sousa sublinha que a pandemia pode durar, pelo menos, mais um ano e meio e com os atrasos da bazuca europeia a única solução é o endividamento.


Marcelo diz que é muito cedo para pensar num orçamento suplementar. Até lá há muito trabalho a fazer e um orçamento para cumprir.


Mas, seja num eventual Orçamento suplementar ou no Orçamento de Estado para 2022, Marcelo Rebelo de Sousa afasta o cenário de uma crise politica. Seria uma insensatez.


A relação com António Costa não é única. Marcelo lembra que a meio do próximo mandato há eleições legislativas e ele, Marcelo, acredita que tem feitio e uma maneira de ser que lhe permitem antecipar que, seja qual for o próximo primeiro-ministro, a relação será igual.


Sobre a possibilidade de a taxa de abstenção atingir os 80 por cento como recentemente admitiu no podcast de Daniel Oliveira, Marcelo Rebelo de Sousa afasta responsabilidades e garante que não tem feito outra coisa senão apelar ao voto.


Entrevista conduzida pela editora de política da Antena1, Natália Carvalho.
pub