Procuradora-geral da República falou pela primeira vez após "Operação Influencer"

por RTP

Lucília Gago diz que não se sente responsável por quaisquer demissões e garante que o parágrafo que provocou a saída de António Costa tinha de constar no comunicado por uma questão de transparência.

A procuradora-geral admitiu que foi a Belém a pedido do presidente da República, mas não esclareceu se a sugestão partiu, ou não, do primeiro-ministro.
pub