Rede de Teatros e Cineteatros. BE quer financiamento independente

| Política
Rede de Teatros e Cineteatros. BE quer financiamento independente

DR

Vai a votação final global esta sexta-feira, no Parlamento, o projeto de lei para uma Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses.

É um projeto de lei do Bloco de Esquerda que inclui propostas do PS.

O deputado do Bloco de Esquerda, Luis Monteiro, explica à Antena 1 que amanhã, na votação, o partido vai tentar salvar o artigo sétimo, um artigo que o PS queria eliminar e que pretende garantir que a rede tenha um financiamento independente.

De acordo com a proposta, a adesão à rede é voluntária e progressiva, mas vai necessitar sempre de uma credenciação. No processo legislativo desde outubro, o documento inicial sofreu alterações, contou com propostas apresentadas pelo PS e modificações do BE depois de terem sido pedidos contributos e pareceres a entidades do setor, como o sindicato CENA-STE, a Plateia - Associação de Profissionais das Artes Cénicas, a Associação Nacional de Municípios Portugueses, a Artemrede e o Ministério da Cultura.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Grécia agradeceu a Portugal a solidariedade do país pela disponibilidade de receber mil migrantes e refugiados, atualmente alojados em condições precárias naquele país.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.