Subsídio de refeição das empregadas de limpeza da AR é curto para comerem na cantina

por Antena 1

RTP

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, esteve reunida esta manhã com empregadas da limpeza da Assembleia da República. Um encontro em que as funcionárias deram a conhecer que o valor que lhes é atribuído como subsídio de refeição é insuficiente para comer na cantina do Parlamento.

O Bloco de Esquerda pretende acabar com as desigualdades, entre público e privado. Por isso, o partido entrega hoje uma proposta para que o subsídio de alimentação seja pago a todos os trabalhadores, com valores mínimos garantidos.
pub