Governo de Budapeste: não há "preocupação" com Estado de direito na Hungria

por RTP

Reuters

Hungria, Polónia e Eslovénia mantêm a sua posição de bloqueio ao orçamento. Cresce a preocupação em desbloquear os fundos europeus para responder à crise atual.

É uma “pressão inaceitável”, diz o governo de Budapeste acerca da cláusula do respeito pelo Estado de direito. O governo húngaro fala ainda de uma "chantagem" face ao facto de a Hungria se recusar a receber migrantes.

Angela Merkel, responsável pelas negociações, disse que este é um problema "muito sério" que tem de ser resolvido. Espera-se que o acordo seja fechado nas próximas reuniões de Conselho, a 10 e 11 de dezembro.
pub