Cursos de medicina chinesa contestados pelos médicos

| Saúde
Cursos de medicina chinesa contestados pelos médicos

A Ordem dos Médicos aponta o dedo ao Governo pela portaria que regula os cursos de licenciatura em Medicina Tradicional Chinesa.

Na Antena 1, o bastonário Miguel Guimarães acusa o executivo de estar a dar validade a terapêuticas que ainda não têm fundamentação científica e dis mesmo, como conta o jornalista Filipe Santa-Bárbara, que medicina há só uma.

Em causa está uma portaria conjunta dos Ministérios da Saúde e da Ciência e Ensino Superior de validação da criação de ciclos de estudo que conferem o grau de licenciado em medicina tradicional chinesa.

O bastonário afirma não estar a criticar as práticas tradicionais chinesas, mas diz que necessitam de uma investigação científica profunda e de uma regulação, que não significa a criação de licenciaturas.

A Antena 1 contactou os responsáveis do Ministério da Saúde e do Ministério do Ensino Superior para obter esclarecimentos, mas ainda não obteve qualquer resposta.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.