Enfermeiros emigrantes começam a regressar

| Saúde
Enfermeiros emigrantes começam a regressar

Muitos enfermeiros portugueses obrigados a emigrar no passado estão agora a regressar a Portugal.

Aqueles profissionais da saúde concorrem aos concursos entretanto abertos para os hospitais portugueses.

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros diz que não dispondo ainda das condições ideais estes profissionais estão a optar por regressar porque já vai havendo vagas nos hospitais em Portugal.

No caso dos enfermeiros que têm estado a trabalhar no Reino Unido a bastonária Ana Rita Cavaco admite que o Brexit é o causador desta aceleração no regresso.

Há cerca de 15 mil enfermeiros portugueses a trabalhar fora de Portugal. Muitos deles estão a concorrer aos concursos para o Serviço Nacional de Saúde ainda que a bastonária admita que as condições de trabalho continuem a não ser as ideais.

Esta quarta feira realiza-se mais uma reunião entre representantes Ministério da Saúde e do Sindicato dos Enfermeiros portugueses, uma reunião determinante para definir se os enfermeiros avançam para a greve de dois dias marcada para o fim deste mês.

A informação mais vista

+ Em Foco

Os dados do sistema de Informação de Fogos Florestais da União Europeia (EFFIS) indicam que só entre os dias 14 e 15 de outubro arderam cerca de 200 mil hectares.

    Impostos, orçamentos, metas para o próximo ano. A RTP descodifica a proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo ministro das Finanças esta sexta-feira.

      Mário Centeno também deixou no ar a ideia de que, na discussão da especialidade do OE2018, seja posto um ponto final nos cortes do subsídio de desemprego.

      Os governos espanhol e catalão além de estarem de costas voltadas entrincheiraram-se em narrativas de auto-justificação absolutamente incompatíveis entre si.