Pena suspensa para maioria dos condenados por abuso sexual

| Saúde
Pena suspensa para maioria dos condenados por abuso sexual

A maioria dos condenados por crimes de abuso sexual de crianças apanhou pena suspensa em 2017.

É uma tendência confirmada pelos dados do Ministério da Justiça a que a Antena 1 teve acesso.

Do total de condenados por este tipo de crimes, como conta a jornalista Marta Pacheco, só um terço apanhou prisão efetiva.

Carla Ferreira - da rede care - que presta apoio a crianças e jovens vítimas de violência sexual, assume que muitas vezes estas decisões soam a injustiça.



Há quem fique revoltado mas também quem diga que o facto de haver condenação já é satisfatório.

O presidente da Associação Sindical dos Juízes Portugueses, Manuel Ramos Soares, lembra que penas não superiores a cinco anos podem ser suspensas levando a condenações que por vezes são difíceis de entender.



Portugal é dos poucos países onde as penas abaixo dos cinco anos podem ser suspensas.

A informação mais vista

+ Em Foco

Entre 1999 e 2002 nasceram três novos bairros. Passadas duas décadas, muitos residentes dizem-se abandonados.

Entrevista da correspondente da RTP em França, Rosário Salgueiro.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.