Programas tv

Morangos Silvestres

Morangos Silvestres

Géneros

  • Filmes - Drama

Informação Adicional

Morangos Silvestres, que Ingmar Bergman rodou em 1957, une dois nomes maiores do cinema sueco, o clássico Sjostrom e o moderno Bergman, numa das mais belas meditações sobre a vida e a velhice que o cinema nos deu

Isak Borg, um prestigiado professor de medicina de 78 anos, tem de se deslocar à universidade de Lund para receber uma honra académica. Na véspera da viagem tem um pesadelo perturbador sobre a morte e no dia seguinte parte de carro na companhia da sua nora Marianne. Pelo caminho, vai passando em revista toda a sua vida, marcada pelo seu enorme egoísmo. Revê os grandes jantares de família, os tempos da infância feliz quando colhia morangos silvestres com a sua prima Sara. Evoca os tempos da sua vida de médico da aldeia e, quando adormece, sonha que se auto-recrimina sobre a sua frieza, o seu egoísmo e a sua falta de sentimentos, projetando no sonho a visão da infidelidade da sua mulher há 40 anos.
Na universidade é aclamado numa cerimónia formal e regressa a casa. Cansado, adormece e sonha com um dia luminoso da sua infância.

Morangos Silvestres, que Ingmar Bergman rodou em 1957, é um dos seus filmes mais célebres, mais estranhos e mais fascinantes. Centrando-se na viagem de um velho professor, para uma homenagem académica, ao longo da qual repensa toda a sua vida, através de memórias, evocações e até de sonhos, Bergman constrói uma obra de extraordinária precisão realista e, ao mesmo tempo, de hipnótica dimensão surreal, quase expressionista, através da genial incursão pelo passado de um homem amargo e frio que chega à conclusão de ter tido uma vida árida e falhada pelo deserto do seu egoismo.
Um dos filmes mais confessionais de Bergman que se serve magistralmente do artificialismo do flashback e, sobretudo, de um elenco prodigioso, nomeadamente o velho mestre do cinema mudo sueco Victor Sjostrom e Ingrid Thulin, uma das suas atrizes mais marcantes. Uma espantosa reflexão sobre o passado e o presente, a morte e a vida, a nostalgia e a solidão, a velhice e a juventude.

Rever últimos episódios no RTP Play

Ficha Técnica

Título Original
Smultronstallet
Intérpretes
Victor Sjostrom, Ingrid Thulin, Gunnar Bjosnstrand, Jullan Kindahl, Bibi Andersson, Folke Sundquist, Bjorn Bjelvenstam.
Realização
Ingmar Bergman
Produção
Allan Ekelund
Autoria
Ingmar Bergman
Música
Erik Nordgren
Ano
1957
Duração
88 minutos