Eclipse total esconde esta madrugada Super Lua

| Ciências

A lua vai estar apenas a 356 mil kms da Terra
|

Na madrugada de 28 de Setembro o firmamento celeste vai apresentar um dos maiores e mais esperados acontecimentos astronómicos do ano: a ocorrência de Super Lua em simultâneo com um Eclipse Total da Lua.

Na madrugada de 28 de Setembro o firmamento celeste vai apresentar um dos maiores e mais esperados acontecimentos astronómicos do ano: a ocorrência da terceira Super Lua do ano em simultâneo com um Eclipse Total da Lua.



Esta é a noite para os “astro-lobisomens”. Bem, talvez seja uma nova categoria um pouco exagerada mas se tivermos em atenção o fenómeno que vai poder ser visto nos céus portugueses, esta designação encaixa na perfeição.

Um eclipse de uma Super Lua

O espetáculo celeste desta madrugada começa pouco depois da uma da manhã, hora de Portugal Continental.

Por volta da 1h10min, o satélite natural da Terra, a lua, entra na penumbra da Terra e a partir deste instante começa a escurecer adquirindo tons acinzentados.

  SuperLua de 28 de Setembro 2015
Créditos: Observatório Astronomico de Lisboa / Universidade de Lisboa

Progressivamente a lua entra na sombra da Terra e às 2h07min começa a adquirir tons mais avermelhados e acastanhados.

Às 2h46min. Da madrugada de dia 28, a lua vai atingir o perigeu da sua órbita (que será o mais curto de 2015), em que o registo quilométrico será de 356.877 km da Terra (cerca de 49600 km mais perto do que quando se encontra no apogeu).
O último fenómeno astronómico idêntico ao desta noite, em Portugal, registou-se 1982 e o próximo só será em 2034
Uma diferença que fará com a lua pareça 14 por cento maior no céu do que quando a lua cheia ocorre no apogeu (Super Lua).

O eclipse total ocorrerá pelas 3h11min, quando a lua estiver totalmente dentro do cone de sombra da Terra.

O astro natural da Terra não vai desaparecer por completo visto este assumir uma cor avermelhada e acastanhada, uma luz ténue que é a conjugação das sombras dos dois cones que escondem a luz branca solar do sol (ver figura).



O eclipse será visível com o mesmo aspecto em todos os lugares da Terra que nesse momento tenham a lua acima do horizonte.
Grandeza do eclipse = 1,276 considerando o diâmetro da lua como unidade.
Assim, as pessoas que terão oportunidade de ver este eclipse total da lua serão aquelas que vivem em Portugal continental e insular, na Europa Ocidental, bem como na África Ocidental, América do Sul e Central e leste da América do Norte.



Créditos: Observatório Astronómico de Lisboa / Universidade de Lisboa


Em resumo, a progressão do eclipse em Portugal (hora de Portugal continental) será a seguinte:

A lua entra na penumbra às ………..…………………. 01:10
A lua entra na sombra às ……………..……………….. 02:07
Meio do eclipse às ……………………………....……. 03:47
A lua sai da sombra às ……………..………………… 05:27
A lua sai da penumbra às ……………….……………. 06:24

Uma oportunidade de excelência visto só poder observar o mesmo fenómeno em 2034!
Satélite da NASA que estuda Lua pode desligar-se por falta de luz

O fenómeno astronómico desta madrugada significa beleza e espetacularidade para uns, espanto para outros mas também motivo de preocupação.

A Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), uma das sondas mais importantes da NASA, cuja principal missão é explorar e monitorar o satélite natural da Terra poderá ficar em risco de se desligar devido ao eclipse.
Com o eclipse a sonda LRO vai ficar sem luz direta do sol por três horas
A operacionalidade da sonda depende quase em exclusivo da luz solar para manter-se ativa.

Esta noite, devido ao eclipse e ocultação da luz solar pela Terra, a LRO ficará por umas horas sem a principal fonte de energia necessária para alimentar os computadores e instrumentos científicos que transporta a bordo.

Segundo Noah Petro, cientista da NASA à BBC: "Duas coisas acontecem durante um eclipse: primeiro fica muito frio e não há luz para carregar as baterias (da nave). E com o eclipse, a sonda da NASA vai ficar sem luz direta do Sol por cerca de três horas".

Apesar desta preocupação, esta não é a primeira vez que o LRO da Agência Espacial Americana passa, com êxito, por um eclipse lunar.  Outros três eclipses lunares ocorreram nos últimos 17 meses.

Enquanto esperam por noticias mais próximas da lua, os cientistas vão pelo menos poder observar, da Terra, a lua numa das mais bonitas fases astronómicas que se conhecem do astro natural terrestre.

Tópicos:

Eclipse, Fenomeno celeste, LRO, NASA, OAL, Sol, Terra, Super Lua,

Artigos Relacionados

A informação mais vista

+ Em Foco

O maior campo de refugiados na Europa fica na ilha grega de Lesbos. O campo de Moria alberga quase oito mil pessoas, três vezes mais do que a capacidade instalada. Reportagem RTP.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.