22ª edição do Festival Amadora BD começa na sexta-feira dedicado ao humor

| Cultura

Jean Schulz, a mulher do criador da banda desenhada Peanuts, Charles Schulz, vai estar no próximo fim-de-semana no festival Amadora BD, que se associará aos 60 anos do aparecimento de Charlie Brown e companhia.

A 22ª edição do festival de banda desenhada da Amadora começa na sexta-feira no Fórum Luís de Camões, este ano dedicado ao humor, com a inauguração de uma série de exposições, mas é no fim-de-semana que se concentram as atividades com a presença de vários convidados.

Jean Schulz é atualmente a presidente do Museu Charles Schulz, na Califórnia, e a responsável pelo património do autor, que deixou centenas de pranchas protagonizadas pelas personagens Charlie Brown, Lucy, Schroeder, Pepermint ou Snoopy.

A presença em Portugal deve-se a uma exposição que o festival dedica aos sessenta anos do aparecimento dos Peanuts, assinalado a 02 de outubro de 1950, e contará com vários originais expostos.

A exposição central do Amadora BD é sobre o humor na banda desenhada e associa-se ao centenário da Sociedade de Humoristas Portugueses, criada em 1911.

Este ano, há uma grande aposta na produção portuguesa, com várias exposições em torno de autores que têm "procurado mercado lá fora e que o consideram um benefício do ponto de vista artístico", explicou o diretor do Amadora BD, Nelson Dona, à Lusa.

Filipe Andrade, que assina este ano a imagem gráfica do festival, e que tem trabalhado com regularidade para a editora norte-americana Marvel, Rui Lacas e Nelson Martins, que tem editado sobretudo no mercado francófono, serão três dos autores com exposições individuais.

O livro "É de noite que faço as perguntas", com texto de David Soares com ilustração de vários autores, feito a propósito do centenário da implantação da República, também será alvo de uma exposição, na Escola Superior de Teatro e Cinema.

Haverá ainda outras exposições espalhadas pela cidade da Amadora, como a que é dedicada aos 50 anos de trabalho na BD de José Pires (na Biblioteca Municipal) e à ilustradora Yara Kono, Prémio Nacional de Ilustração 2010 (na Casa Roque Gameiro).

Além de Jean Schulz, a lista de convidados deste ano do Amadora BD inclui artistas, ilustradores e cartoonistas (ou não fosse o humor o tema central) que passarão pelo Fórum Luís de Camões, sobretudo nos fins-de-semana até 06 de novembro, para sessões de autógrafos.

Entre eles estão o cartoonista brasileiro Spacca, o autor suíço Alex Balladi, o norte-americano Shannon Weeler e ainda os argentinos Juan Cavia e Santiago Villa, parceiros de Filipe Melo nos livros de banda desenhada sobre as aventuras das personagens Dog Mendonça e Pizzaboy.

Na Casa Roque Gameiro inaugurará "Direitos Humanos - Exposição Internacional de Cartoon", que assinala os 50 anos da Amnistia Internacional no mundo, e uma mostra dedicada à ilustradora Yara Kono, Prémio Nacional de Ilustração 2010.

A 22.ª edição do Amadora BD fica marcada por fortes restrições orçamentais, com a organização a ter 275 mil euros de orçamento.

SS.

 

Tópicos:

Amadora BD Nelson Dona, Cavia, Charles Schulz, Charlie Brown Lucy Schroeder Pepermint, Dog Mendonça, Humoristas, Ilustração, Lacas Nelson, Pires Biblioteca, Roque Gameiro,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes.

    Em entrevista à RTP, o paquistanês Ahmad Nawaz recorda o ataque de 2014 a uma escola de Peshawar.

    Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.