Mostra de Cinema Anti-Racista de volta ao Porto com sessões para crianças e jovens

| Cultura

A Mostra Internacional de Cinema Anti-Racista (MICAR) regressa ao Porto a partir de sexta-feira para a sua segunda edição, tendo como principal novidade as várias sessões para crianças e jovens no primeiro dia, disse hoje a organização.

Assim, a partir das 14:45 de sexta-feira, o pequeno auditório do Teatro Municipal Rivoli recebe uma sessão de curtas-metragens destinadas a crianças do 1.º ciclo do ensino básico, seguindo-se, às 16:15, para jovens do 3.º ciclo, "Kali, o Pequeno Vampiro", de Regina Pessoa, já distinguido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), e "Kaddish para um amigo", de Leo Khasin.

"Estas sessões não estão fechadas, as famílias podem vir, os adultos podem vir", disse à Lusa da parte do SOS Racismo Joana Santos, que realçou que o contacto com crianças e jovens é algo que a organização tem como um dos seus "eixos estratégicos", uma vez que se trata de idades quando "se começa a perceber quem são os outros e como é que nos relacionamos com eles".

Joana Santos lembrou que os três dias de MICAR vão incluir diversos debates: o realizador António Loja Neves e a jornalista Vanessa Rodrigues na sexta-feira a seguir a "Evaporating Borders"; no sábado, depois de "A Respeito da Violência", o debate vai contar com o recém-eleito deputado Jorge Campos e a também professora universitária Manuela Ribeiro Sanches; e, no domingo, a seguir a "Timbuktu" vão discutir o historiador Manuel Loff e Luís Guerra, do Observatório dos Direitos Humanos.

"Em 2015 celebram-se os 70 anos do fim da Segunda Guerra Mundial, os 50 anos da vitória do movimento dos Direitos Civis nos Estados Unidos e os 25 anos de vida do Movimento SOS Racismo. No entanto, aqueles que hoje partilham o mundo são ainda responsáveis por guerras e conflitos que semeiam o campo fértil do ódio e de novas formas de violência", pode ler-se no texto de apresentação da segunda MICAR, que procura "estimular a reflexão e o debate para que não vença a indiferença".

Joana Santos referiu que, apesar de não ser um evento que o SOS Racismo costume organizar está a ser feita "uma aprendizagem" e estão a ser adquiridos contactos com outros festivais de cinema do género, o que significa que seria "deitar fora todo esse acervo" caso a MICAR não continuasse nos próximos anos.

Tópicos:

Pequeno Vampiro Regina, Sanches;,

A informação mais vista

+ Em Foco

O criador dos óculos de realidade virtual está a desenvolver tecnologia que vai transferir jogos de vídeo para os campos de batalha.

Reunimos aqui reportagens sobre as forças de elite portuguesas, emitidas por ocasião dos 100 anos do Armistício que pôs fim à I Guerra Mundial.

    O coração de Lisboa foi palco do maior desfile militar dos últimos 100 anos no país, por ocasião do centenário do Armistício que pôs fim à I Grande Guerra.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.