Açores reiteram convite ao comissário europeu da Agricultura para visitar região

| Economia

O secretário regional da Agricultura dos Açores afirmou hoje que vai reiterar o convite feito ao comissário europeu Phil Hogan para visitar o arquipélago, na sequência da deslocação da Comissão de Agricultura do Parlamento Europeu.

"Nós iremos reiterar o convite para que o comissário da Agricultura visite os Açores porque, tomando conhecimento com a realidade, `in loco`, a sensibilização é certamente diferente", declarou à agência Lusa Luís Neto Viveiros.

O secretário regional da Agricultura e Ambiente recordou que, na sequência da sua visita recente visita a Portugal, o comissário europeu para a Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan, manifestou a disponibilidade para se deslocar à região em 2016.

O Governo Regional considera que esta visita é de "extrema relevância" face aos efeitos da crise do mercado do leite, na sequência do desmantelamento do regime de quotas leiteiras por parte da União Europeia (UE), em abril.

Referindo-se à já anunciada visita da Comissão da Agricultura e do Desenvolvimento Rural do Parlamento Europeu, que decorre em novembro e contempla um encontro com o presidente do Governo Regional, Neto Viveiros afirmou que vai aproveitar para dizer aos eurodeputados que as medidas recentemente adotadas pela Comissão Europeia para o setor do leite se revelam "manifestamente insuficientes".

A Comissão Europeia anunciou em setembro, em Bruxelas, que vai desbloquear imediatamente um pacote de ajuda no valor de 500 milhões de euros para apoiar os produtores agrícolas europeus, sobretudo do setor do leite, face às atuais dificuldades com que são confrontados.

Portugal vai receber 4,8 milhões de euros de ajudas, uma "solução frágil" no entender do executivo das ilhas.

O secretário regional quer o empenho dos deputados do hemiciclo de Estrasburgo para que, no futuro, as medidas do executivo comunitário sejam mais favoráveis às pretensões dos Açores.

Durante a visita da Comissão da Agricultura, Neto Viveiros vai pedir o envolvimento dos eurodeputados no processo de revisão do programa da União Europeia destinado às regiões ultraperiféricas, como os Açores - o denominado POSEI, desencadeado pelo comissário europeu da Agricultura.

Os Açores têm vindo a defender que o POSEI deve contemplar para a região um envelope financeiro suplementar para fazer face aos impactos negativos que o fim do regime de quotas está a provocar na fileira do leite, deixando muitos produtores em dificuldades financeiras.

"Nós vamos continuar na defesa daquilo que entendemos ser uma reivindicação justa dos Açores e dos açorianos, particularmente da fileira do leite, que é o reforço do envelope financeiro para que os produtores da região possam ter mecanismos que minimizem as nossas diferenças, derivadas da situação de `ultraperifericidade` e distância dos mercados, face aos nossos concorrentes europeus", afirmou Neto Viveiros.

De acordo com o responsável, o POSEI, enquanto instrumento para dotar as regiões ultraperiféricas de mecanismos que minimizem as desigualdades para competirem com os seus congéneres europeus, "deverá ter uma atenção particular" ao arquipélago.

A delegação de sete eurodeputados da comissão da Agricultura do Parlamento Europeu, que se desloca a quatro ilhas dos Açores, estará na região entre os dias 02 e 05 de novembro.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.