António Saraiva considera conclusões do BCE "excessivas"

por Antena 1

Foto: Antena 1

O Presidente da Confederação Empresarial de Portugal salienta que a percepção dos empresários pode ser a de que os despedimentos e os cortes nos salários ficaram facilitados, mas a realidade é outra.

António Saraiva recusa que os despedimentos individuais tenham sido simplificados. Garante, em declarações à Antena 1, que o caso português apenas registou alterações no processo de despedimento coletivo.

Na análise aos resultados do estudo, o presidente da CIP afirma que possivelmente os empresários referiram-se às saídas por mútuo acordo, daí considerarem que os despedimentos individuais estão mais fáceis.
pub