CGD anuncia novo modelo de governação que extingue Conselho Fiscal

| Economia

O acionista único da Caixa Geral de Depósitos (CGD) elegeu hoje nove membros, além do presidente e do vice-presidente, para o conselho de administração, aprovando igualmente a comissão executiva que contará com sete responsáveis, num total de 11 elementos.

Com a adoção do modelo de governação anglo-saxónico, o banco público passa a contar com 11 responsáveis que integram o conselho de administração e a comissão executiva, quando anteriormente contava com sete administradores e três membros do conselho fiscal, agora extinto.

"Com o novo modelo adoptado para a CGD, foi extinto o conselho fiscal. Da nova composição resulta que há apenas mais um elemento a compor o conselho de administração do que no modelo anterior em que coexistiam o conselho de administração e o conselho fiscal, que, recorde-se, era composto por três membros", lê-se no comunicado hoje emitido pela CGD.

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.