Um terço da riqueza gerada no mundo é depositado em paraísos fiscais

| Economia
Um terço da riqueza gerada no mundo é depositado em paraísos fiscais

A ver: Um terço da riqueza gerada no mundo é depositado em paraísos fiscais

A revelação de vários escândalos envolvendo algumas multinacionais e figuras públicas tem motivado cada vez mais atenção sobre o tema.

Luxleaks, Swissleaks, Chinaleaks, ficheiros off shore - são diversos os escândalos revelados nos últimos anos pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação.

Os jornalistas e analistas de vários países descobriram milhares de ficheiros secretos e analisaram-nos em base de dados especificas.
Seguir o rasto do dinheiro no mundo das off shores não é tarefa fácil. E é preciso recorrer a desenhos para facilitar a compreensão.

Este mundo opaco e até anónimo tem impacto directo e bem visível:
um terço da riqueza produzida no mundo está depositada em off shores - o equivalente ao PIB dos Estados Unidos e Japão juntos.

Da Europa às ilhas do Caribe, são cerca de 100 os offshores espalhadas pelo mundo e 50% do comércio mundial passa por paraísos fiscais.

Isto faz com que a concorrência seja distorcida porque as empresas mais pequenas que tentem práticas de concorrência salutar ficam para trás.

Das 20 empresas portuguesas cotadas no PSI20, 19 têm sede na Holanda - um dos países europeus com maior número de empresas que são meros apartados.

A informação mais vista

+ Em Foco

Nos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, o ministro dos Negócios Estrangeiros considera que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos organizados dispostos a explorar os populismos.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        O processo de degelo na Gronelândia acelerou substancialmente nas últimas décadas. Os investigadores alertam para o perigo da subida do nível da água do mar.