Fogos: ajuda internacional a caminho e ordenamento como prioridade

| País
Fogos: ajuda internacional a caminho e ordenamento como prioridade

A ver: Fogos: ajuda internacional a caminho e ordenamento como prioridade

No Jornal 2 a ministra da administração interna fala da ajuda internacional de emergência, Paulo Cafôfo da situação no Funchal e os professores Rio Fernandes e Bento Gonçalves das estratégias para ordenar o espaço florestal.

Portugal fez um pedido de ajuda internacional e vai ter já amanhã a operar 2 aviões Canadair de Marrocos e um terceiro vindo de Itália.

O país está também a aguardar resposta da Rússia que deverá enviar um avião pesado Beriev, um dos maores do mundo especializados a combater incêndios florestais.

A Ministra da Administração interna confirma a ajuda internacional que pode também contar com reforços aéreos a partir da vizinha região espanhola da Galiza.

Há, neste momento cerca de 200 fogos ativos em Portugal, que mobilizam quase 4800 homens.

O fogo já matou quatro pessoas. Uma no continente, três na Madeira.

No Jornal 2, o autarca do Funchal, Paulo Cafôfo, faz a atualização em direto do momento que se vive na capital da Região Autónoma da Madeira e conversa sobre a reconstrução e a obrigatoriedade de reordenamento dos espaços urbanos e florestais nesta cidade mártir.

João Fernando Ramos tem ainda tempo para refletir com os especialistas Rio Fernandes, da Universidade do Porto, e Bento Gonçalves, da Universidade do Minho sobre o ordenamento florestal que falta ao país, e a necessidade de se apostar mais na prevenção dos fogos do que no seu combate.

O desafio político sobre esta situação foi esta quarta feira deixado pelo Presidente da república que visitou áreas ardidas quer no continente, quer na Madeira.

À prevenção o país reserva para ações todo o ano, vinte milhões de euros. O dispositivo de combate, para atuar nos quatro meses de verão, consome mais de 14 milhões de euros do Orçamento do Estado do ano corrente.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

    Há uma nova rota turística pela cidade de Lisboa, baseada em memórias de lisboetas mais antigos. São beneficiários da Associação Mais Proximidade Melhor Vida.

    É um desejo antigo do Homem poder tocar as estrelas. Um feito que parece ser agora "quase" alcançável através da missão espacial solar Parker.

      Entre as 21h00 de domingo e as 8h00 de segunda-feira, o mundo viu uma chuva de Perseidas, espetáculo habitual em agosto. Nos locais mais remotos, foi possível admirar melhor o fenómeno.