Quatro concelhos dos Açores foram os que mais melhoraram taxa de desemprego

por Ferederico Pinheiro

Foto: Hugo Correia - Reuters

Corvo, Madalena, Calheta e Horta são os concelhos com as taxas de desemprego mais baixas. As contas são da Antena 1, tem por base os dados do INE, do IEFP, do Instituto de Emprego da Madeira e do Governo dos Açores.

No topo estão quatro concelhos dos Açores: Corvo, Madalena, Calheta e Horta são os que tem a menor taxa de desemprego. Seguem-se Ourém e Batalha no continente, perto de Fátima, todos com menos de 5% da população sem trabalho.

O campeão é mesmo o pequeno concelho do Corvo com uma taxa de desemprego de 1,2%. O desemprego na cidade açoriana é um décimo da média nacional.

Se os locais com a menor taxa de desemprego estão nos Açores já no interior estão os que ocupam o fundo da tabela. Barrancos tem uma taxa de 23%. O concelho alentejano, perto de Espanha, tem o maior desemprego do país. Seguem-se Cinfães e três concelhos transmontanos: tabuaço, mesão frio e Lamego, com mais de 20 em cada cem pessoas sem trabalho.

Se nos focarmos apenas nas capitais de distrito, Leiria é a que tem menor taxa de desemprego, com 5,7%. No pólo oposto está o Porto com 17,3%.