Revisor do comboio grafitado na Maia recebe apoio psicológico

| País
Revisor do comboio grafitado na Maia recebe apoio psicológico

A ver: Revisor do comboio grafitado na Maia recebe apoio psicológico

O revisor do comboio grafitado em Águas Santas, na Maia, está receber apoio psicológico. O homem, com 20 anos de serviço, já foi ouvido pela PSP e não está sequer a trabalhar.

A polícia já interrogou também a testemunha que relatou à RTP a forma como tudo aconteceu e o uso de um extintor para afastar os jovens que acabaram por morrer.

Os colegas e amigos saem em defesa do revisor.

Garantem que pensou que era uma assalto e que só quis proteger os passageiros.

A informação mais vista

+ Em Foco

A operação Via Livre, da Guarda Nacional Republicana, vai realizar-se até 2 de abril em autoestradas e vias reservadas a automóveis e motociclos de todo o país.

Em entrevista exclusiva à RTP, Le Pen conta como foi expulso do partido que fundou em 1972 pela própria filha, a atual candidata Presidencial.

A UE está ameaçada e tem de voltar à génese para se fortalecer e recuperar influência mundial. Ou arrisca-se a perder o comboio do desenvolvimento e a desmembrar-se em pouco tempo.

    O intérprete da canção vencedora do Festival da Canção, “Amar pelos Dois”, tornou-se rapidamente um fenómeno da internet e das redes sociais.