Sonda europeia Rosetta já viu onde está a Philae

por Nuno Patrício - RTP
ESA/Reuters

A Agencia Espacial Europeia informou ao início da tarde desta segunda-feira que conseguiram encontrar a pequena sonda Philae, no solo do cometa 67P Churyumov-Gerasimenko.

A sonda Philae foi dada como desaparecida, em novembro de 2014, quando foi lançada da Rosetta, para se instalar no solo do cometa, e recolher dados sobre a superfície do 67P.

Agora, a menos de um mês do final da missão espacial europeia, a sonda Rosetta, que continua a orbitar o Churyumov-Gerasimenko, conseguiu através da câmera de alta resolução, identificar a localização exata da pequena Philae.


Segundo as imagens recolhidas a pequena sonda foi presa numa fenda escura do cometa 67P, referiram no site da da missão Rosetta, da ESA.

A Philae que tinha por missão recolher dados e analisar algumas amostras do 67P,  teve algusn problemas durante a aterragem, não conseguiu fixar-se no solo á primeira, e devido a pouca gravidade, foi projetada para um local adverso.

A sonda ainda conseguiu comunicar com a Rosetta, enviou algumas imagens, mas 
sem à luz solar, que alimentaria os sistemas vitais, a Philae foi obrigada a  hibernar.


Imagem recolhida já no solo do Churyumov-Gerasimenko pela Philae.

Mais tarde, e quando o 67P se encontrava mais perto do sol, a ESA reativou a sonda,  tentou deslocar a Philae para outro local, mas sem sucesso.

Sem energia, a pequena sonda  acabou por se desligar.

Apesar da ESA não ter conseguido o objetivo para o qual se propôs , a missão Rosetta foi, no entanto considerada uma missão de sucesso.

Esta foi primeira vez que o homem enviou uma sonda para ficar em orbita de um cometa, e ainda o envio de uma outra para o solo do mesmo.
Tópicos
pub